Magnesona

Magnesona Solução Oral, ampolas bebíveis

Na carência de magnésio.

Magnesona banner
Arnidol banner

Esta página contém conteúdos exclusivos a Profissionais de Saúde. Se é Profissional de Saúde faça o seu login ou pré-registo.

Magnesona é um medicamento não sujeito a receita médica, sob a forma farmacêutica de solução oral apresentada em ampolas bebíveis, unidose de 10 ml, que tem como substância ativa o pidolato de magnésio.

Cada ampola de Magnesona contém 1500 mg de pidolato de magnésio (sal orgânico de elevada biodisponibilidade), que equivale a 130 mg de magnésio elementar por ampola.

Magnesona está indicado para a prevenção e alívio de queixas sugestivas de falta de magnésio, tais como:

magnesona_icone1
Cãibras
magnesona_icone2
Formigueiro
magnesona_icone3
Irritabilidade
magnesona_icone4
Fraqueza
magnesona_icone5
Fadiga

Na ausência de melhoria ou agravamento dos sintomas ao fim de 15 dias, deverá ser consultado o médico.

Magnesona está disponível para venda em farmácias e locais de venda de MNSRM.

A dose recomendada é de 2 a 3 ampolas por dia. Populações especiais: doentes com insuficiência renal- Magnesona está contraindicada em doentes com insuficiência renal grave (depuração da creatinina inferior a 30 ml/min). Em doentes com insuficiência renal ligeira a moderada (depuração da creatinina entre 30 – 89 ml/min), a dose administrada deve ser inferior, por exemplo metade, da normalmente recomendada. Em idosos e doentes com insuficiência hepática – não é necessário qualquer ajuste posológico.  Na População pediátrica não é recomendada a utilização sem indicação e devido acompanhamento médico.

Hipersensibilidade à substância ativa – pidolato de magnésio ou a qualquer um dos excipientes mencionados. Insuficiência renal grave (depuração da creatinina < 30 ml/min).

No caso de tratamento simultâneo com cálcio, recomenda-se intervalar as ingestões em pelo menos 3 horas. É desejável não tomar conjuntamente com produtos contendo leite e açúcar. Este medicamento contém 4 g de sorbitol por ampola. Quando administrado de acordo com a posologia recomendada, a ingestão diária de sorbitol é de 8 a 12 gr., podendo causar efeito laxante moderado. No caso de dieta com baixo teor de açúcares ou na diabetes deve ter-se em consideração que cada ampola contém 2.6 gr.  de sacarose. Os doentes com doenças hereditárias raras de intolerância à frutose, mal absorção de glucose-galactose ou insuficiência de sacarase-isomaltase não devem tomar este medicamento. Magnesona contém para-hidroxibenzoato de metilo, para-hidroxibenzoato de propilo e corante E 110 amarelo-sol FCF, os quais podem causar reações alérgicas.

Manter fora da vista e do alcance das crianças.

Guardar na embalagem de origem.

Folheto Informativo
Atualização: Dezembro de 2015

Conteúdos para Profissionais de Saúde

O acesso a estes conteúdos encontra-se restrito a Profissionais de Saúde com login efetuado. Faça o seu login ou efetue o seu pré-registo abaixo.

Se ainda não efetuou o seu registo, clique aqui.

As informações desta página dizem respeito a um Medicamento Não Sujeito a Receita Médica, não comparticipado. Manter fora da vista e do alcance das crianças. Guardar na embalagem de origem. Leia cuidadosamente as informações constantes do acondicionamento secundário e do folheto informativo e, em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas, consultar o médico ou o farmacêutico. Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados no folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico. Poderá também comunicar os efeitos secundários através de: Portal RAM do Infarmed, linha do medicamento: 800222444 (gratuita), Tel.: +351 21 798 7373, Fax: + 351 21 798 73 97, email: farmacovigilancia@infarmed.pt ou farmacovigilancia@labvitoria.pt. Para mais informações deverá contactar o Titular da Autorização de Introdução no Mercado: Laboratórios Vitória, S.A., Rua Elias Garcia, 28, 2700-327 Amadora – NIPC 500 162 220. 7472-MGN-2022-1. Edição 02 | Data: 04/05/2022.