Investigação, Desenvolvimento e Inovação (I+D+i)

Laboratórios Vitória - Investigação, Desenvolvimento e Inovação

A investigação, desenvolvimento e inovação (I+D+i) dos Laboratórios Vitória, empresa farmacêutica integrada no grupo FAES FARMA, revela todo o potencial do seu portefólio, constituído por medicamentos inovadores e de alta qualidade, reforçando a sua presença nas principais áreas terapêuticas e facilitando novos acordos comerciais sinérgicos com outras entidades farmacêuticas de âmbito mundial.

Nesse sentido, FAES FARMA/Laboratórios Vitória, orienta todos os seus esforços em I+D+i para o desenvolvimento de novos medicamentos inovadores que possam oferecer benefícios clínicos nas áreas terapêuticas das quais ambiciona ocupar uma posição de liderança, assim como nas áreas das quais já possui experiência prévia.

Recursos e Organização

A equipa do Centro de Investigação da FAES FARMA é constituída por aproximadamente 70 pessoas com elevada qualificação, das quais, mais de 40 pessoas doutoradas e licenciadas, especialistas em química, farmacologia, toxicologia, galénica, investigação clínica, entre outros. As despesas em I+D+i no ano de 2017 superou os 14 milhões de euros, enquanto que o investimento em equipamentos foi de aproximadamente 3 milhões de euros.

Os projetos de I+D+i da FAES FARMA/Laboratórios Vitória realizam-se nas instalações de Leioa (Bizkaia, Espanha) num espaço que supera os 400 metros quadrados (exclusivos para este fim).

O Departamento de I+D+i da FAEAS FARMA está divididos em três grandes áreas:

  • I+D+i API (I+D+i em princípios ativos);
  • I+D+i Farma (I+D+i de desenvolvimento e tecnologias farmacêuticas);
  • I+D+i Clínica.


Juntamente a estas equipas, colaboram também outras áreas centradas na Gestão de Projetos e Promoção de I+D+i.

Projetos Desenvolvidos (FAES2020)

Em janeiro de 2015 foi lançada a Iniciativa Estratégica do grupo FAES FARMA denominada de FAES2020. Esta estratégia define os principais objetivos estratégicos em I+D+i para os 5 anos seguintes: o desenvolvimento de 20 novos medicamentos antes do final de 2020. Esta iniciativa procurou não só ampliar a oferta de produtos de Bilastina, assim como estender o seu ciclo de vida com novas patentes, internacionalizar e ampliar o portefólio do grupo FAES FARMA e desenvolver uma nova entidade química dentro de uma área que tanto sucesso nos tem dado: as alergias.

Como resultado do esforço da FAES FARMA no seu trabalho de potenciação da área de I+D+i, importantes marcos foram alcançados, tais como:

  • Lançamento em 2016 de um novo medicamento inovador que complementa o portefólio de produtos FAES FARMA/Laboratórios Vitória na sua linha de Vitamina D;
  • Aprovação em 2016 da Bilastina no Japão, mercado onde concentra mais de 26% de vendas mundiais em euros de anti-histamínicos.
  • A aprovação europeia em 2017 da Bilastina pediátrica nas formas de apresentação de solução oral e de comprimidos orodispersíveis.
  • A aprovação em 2017 dos comprimidos gastrorresistentes do Claversal 1g pela Agência Espanhola do Medicamento, uma importante mudança na posologia para o tratamento da colite ulcerativa.
  • Construção e colocação na prática de um projeto piloto para a fabricação de medicamentos em investigação na escala necessária para as fases de desenvolvimento e clínica, que permite desenvolver estes novos medicamentos de forma eficaz dentro de um quadro regulamentar global, incluindo requisitos específicos, não apenas europeus, mas também americanos.


Seguindo a orientação deste plano estratégico em I+D+i, a FAES FARMA:

  • Apresentou mais de 5 pedidos de patentes europeias.
  • Encontra-se desenvolvendo quinze dos medicamentos inovadores incluídos na iniciativa estratégica FAES2020, que correspondem a cinco medicamentos inovadores da gama Bilaxten, três da gama Claversal, um em cada uma das gamas Hidroferol, Venosmil, Hemorrane e Dynamogen e três novos medicamentos que complementarão as linhas de produtos FAES FARMA/Laboratórios Vitória nas áreas terapêuticas de alergia/otorrino, gastroenterologia, trauma/reumatismo e cuidados familiares.